29 de fevereiro de 2012

E quem nasceu no dia 29 ?


Eu não sei quanto a vocês, mas eu dou graças a deus por não ter nascido no dia 29 de fevereiro. Imagina a pessoa nascer num ano bissexto e no ano seguinte o mês só ter 28 dias. Ela comemora quando? Mapa Astral nem pensar. Eu simplesmente enlouqueceria. Aliás, não conheço pessoa alguma que tenha nascido nesse dia. Você conhece? 

Vamos entender um pouco esse fenômeno. Leiamos a Wikipédia:

Chama-se ano bissexto o ano ao qual é acrescentado um dia extra, ficando ele com 366 dias, um dia a mais do que os anos normais de 365 dias, ocorrendo a cada quatro anos. Isto é feito com o objetivo de manter o calendário anual ajustado com a translação da Terra e com os eventos sazonais relacionados às estações do ano.O presente ano (2012) é bissexto. O último ano bissexto foi 2008 e o próximo será 2016.A origem do nome bissexto advém da implantação do Calendário Juliano em 45 a.C. que se modificou evoluindo para o Calendário Gregoriano que hoje é usado em muitos países a todos os quais ocorrem os anos bissextos.Dentro de um contexto histórico, a inclusão deste dia extra, dito dia intercalar, ocorreu e é feita em calendários ditos solares em diferentes meses e posições. No Calendário Gregoriano é acrescentado ao final do mês de Fevereiro, sendo seu 29º dia. Leia+

Feliz Aniversário para o pessoal que nasceu em 29 de fevereiro. Daqui a 04 anos desejo Feliz Aniversário de novo :o)

27 de fevereiro de 2012

24 de fevereiro de 2012

Ona Anakena Syrah


Frutas vermelhas e chocolate.
Pode haver algo melhor?

Maraschino Lemonade


Tudo de bom para o verão! Numa taça, misturar suco de meio limão, uma cereja maraschino, duas colheres de calda, uma colher de açuçar, gelo. Depois, é refrescar-se olhando a tarde.

22 de fevereiro de 2012

Prozac Virtual

Prozac virtual - assim é conhecida a dependência de internet na Coréia do Sul, um dos países mais conectados do mundo, aponta Maíra Lie Chao em matéria de comportamento intitulada "24 horas conectados", da revista Planeta edição de fevereiro de 2012, nº 473, ainda não disponível no site da revista. Ela inicia a matéria "Para os jovens, o celular é percebido como uma extensão do corpo. Sair de casa sem o aparelho é como esquecer uma parte de si". E é verdade, percebo isso não só nos jovens, mas em pessoas de mais idade, como eu aos 40 ou outras amigas aos 50. Tenho amigas que não se importam em atender chamadas enquanto dirigem. Apego, vício ou o quê? Não cheguei a uma conclusão ainda. Mas lembro da apocalíptica secretária de um chefe que dizia que o vício estaria na mão e na testa, na mão o celular e na testa os iPads, tablets e computadores. E não é que ela tinha razão? No Amor Líquido (2004), Bauman escreve: "Estando com seu celular, você nunca está fora ou longe. Encontra-se sempre dentro - mas jamais trancado em um lugar. Encasulado numa teia de chamadas e mensagens, você está invulnerável. As pessoas ao seu redor não podem rejeitá-lo e, mesmo que tentassem, nada do que realmente importa iria mudar." Em 2004, Bauman ainda não tinha previsto a conexão 24 horas à  internet, mas já dá para sentir o poder dos portáteis: proteger o indivíduo da solidão. Exagero meu? Sinceramente, acho que não. 

21 de fevereiro de 2012

Finalmente 2012

Passou o Natal. Passou o Ano Novo. Ufa, passando o Carnaval. Agora 2012 começa de verdade. Para quem trabalha em empresa, e está coberto pela segurança de uma CTPS, talvez este período do ano não faça diferença. Para quem tem seu próprio negócio, e precisa fazer dinheiro todos os dias, este período de 03 meses é uma batalha. Apesar de todo o esforço, não depende de nós o investimento neste ou naquele negócio, depende da demanda do cliente. Fato: em dezembro, janeiro e fevereiro ninguém contrata ninguém, ninguém fecha negócio, ninguém investe dinheiro a não ser em IPTU, IPVA, material escolar e pagamento de dívidas do ano anterior. Mas agora sim, começamos a estrada de mais um ano. Desejo boa sorte e bons negócios para todos e todas! Um 2012 muito auspicioso para nós, com muitos projetos concretizados!

Guacamole


Nham Nham

18 de fevereiro de 2012

17 de fevereiro de 2012

Dia Internacional dos Gatos


Hoje é o Dia Internacional dos Gatos. Muitos gatos pelo mundo precisam de socorro, de casa, de alimento. Aqui em nossa cidade, podemos ajudar alguns projetos com doação de ração, medicamentos, auxílio veterinário, voluntariado. Eu recomendo Gatos Campo de Santana e Gatos Do Tijolinho (eles estão no meu Facebook) - a sua ajuda fará toda a diferença! Fazer o BEM é tudo de BOM Om Om Om !


Diving

11 de fevereiro de 2012

Nardja Zulpério ou melhor Regina Casé


Na década de 90 o teatro no Rio de Janeiro contava com um repertório muito privilegiado. Entre as peças de Mauro Rasi, Antonio Abujamra, Gerald Thomas, estava a de Hamilton Vaz Pereira, estrelada por ninguém mais que Regina Casé. Maravilhosa no papel de Nardja Zulpério. Na comédia, fragmentos de Nietzsche e o seu Assim Falou Zaratustra, além da mitologia grega em cena. Bons tempos de teatro. Eu era aluna de graduação da PUC-Rio, bolsista em pesquisa e monitora do Departamento de Letras. Morava com meus pais e não tinha grandes despesas, podia me dar ao luxo de ir ao teatro e ao cinema sempre. Adorei o Flash and Crash Days do Gerald Thomas. Um Certo Hamlet dos Fodidos e Privilegiados do Abujamra, com Vera Holtz e Suzana Faini, era uma novidade - Shakespeare encenado por mulheres. No carnaval, lembro sempre de O Baile de Máscaras do Mauro Rasi, com Cleyde Yáconis. Outro dia fui ao teatro assistir um musical, apesar de elogiado pela BH, não me levantei para aplaudir ao final. O fim da picada é aplaudir espetáculo medíocre, isso eu não faço!

Leia+ sobre a peça Nardja Zulpério

9 de fevereiro de 2012

Um olhar diferente sobre os pássaros nos fios


Uma partitura a partir da imagem de pássaros nos fio.
Uma lindeza da natureza!
Composição de Jarbas Agnelli.

3 de fevereiro de 2012

Pensamentos voam longe

Isso acontece com qualquer ser humano hoje em dia, muita informação para carregar, muitos pensamentos para administrar. Precisava ir ao banco pagar uma conta; acreditem, de vez em quando preciso ir a um, ao vivo e a cores. Tomei o ônibus que estava indo para a Praia de Botafogo. Passando pela Cobal do Humaitá, comecei a pensar nos empreendimentos futuros, nos sonhos que tenho para realizar, nos sonhos que devem ser reciclados. De repente, pensei que gostaria de viajar mais. Mas qual o destino? Comecei a pensar...Japão, Itália, Portugal. Me imaginei andando pelos campos de girassóis na Toscana. Imaginei os templos budistas e os restaurantes no Japão. Imaginei as colinas portuguesas, os campos de Trás-os-Montes. Quando voltei ao ônibus, depois da ausência de uma viagem, pensei: "para aonde estou indo?". Eu estava carregando a minha bolsa comigo. Abri e tentei entender seu conteúdo: contas e dinheiro. Um segundo durou uma eternidade. Ufa, estou indo ao banco...Pensamentos voam longe, como os balões a hélio.