19 de junho de 2012

Instalação Sensorial Indígena no Galpão da Cidadania

Diferente das outras exposições que compartilham espaço no Galpão das Artes, a exposição No Coração do Mundo propõe experiências sensoriais da entrada até a sua saída. Ao entrar passamos deste mundo para  o mundo da floresta, por entre uma cortina de sisal. Ao ultrapassá-la, sons e aromas invadem-nos, naturalmente. Fotografias de Marcos Lopes nos guiam pelo mundo indígena. Caminhos de terra que percorremos a pajés que nos pintam. Tudo é surpresa e despertar. Nas saídas, dois umbrais - esquerdo e direito. Vindo do céu - do teto, tudo bem - dois cocares que nos coroam em passagem de volta para o mundo do homem branco, ou provocam comunicação com outro mundo? Dúvida... Sensorial e interativa, assim é a saída. Você sente que se comunica com o outro mundo. Esse  Chamado da Floresta não se despreza. Não deixem de visitar.

Nenhum comentário: