13 de maio de 2011

Mariko Mori (2)

Nesta semana, fui ver a exposição da Mariko Mori, aberta na terça-feira, 10 de maio, no CCBB RJ. Podemos atribuir muitos predicados à fantástica obra de Mariko Mori - os atributos são infinitos. Mas o que de fato define a exposição que agora chega ao Rio de Janeiro são as palavras Impacto Sensorial - com maiúsculas mesmo.  Vivemos aprisionados na correnteza voraz do cotidiano, sem percebermos, sem olharmos para o que acontece ao nosso lado e ao que acontece a nós mesmos - essa é a realidade de muitas pessoas hoje. Entrar e experimentar Oneness é quebrar essa onda e entrar em outra onda...somos um e somos todos ao mesmo tempo. 

Para começar, no foyer, Wave UFO, uma nave espacial concebida em technogel aonde entramos e recebemos estímulos cerebrais que fazem nossas ondas cerebrais, de ambos os hemisférios, projetarem-se no teto da nave. As nossas vibrações possuem uma cor para cada sentimento que projetamos no ambiente. Cada sessão é diferente da outra, pois muda o coletivo. O rapaz que trabalha como assistente disse que em Brasília a nave ficou azul somente 5 vezes - pessoas na mesma sintonia :o) 

A exposição é dividida em 10 partes, com instalações e vídeos. Outro destaque, que está no 1o piso, é a obra que dá nome à exposição: Oneness. 6 figuras, ETs se preferir, estão formados em círculos. Para funcionar precisa de 6 pessoas a eles conectados. A gente se ajoelha, coloca a mão nele e com nossa vibração o coração dele acende e começa a bater. Se alguém não estiver conectado, não funciona. O vídeo Kumano é outra delicadeza, mix das tradições Xintoísta, Budista e Zen. 

Uma dica importantíssima para melhor aproveitar a exposição: utilize o roteiro da exposição que está disponível na entrada do 1o andar, sem ele vai ficar difícil acompanhar as obras. Para entrar na Wave UFO precisa pegar senha, mas vale a pena! Aproveite a música e a estética minimalista japonesa: Less is More - percebam isso nos detalhes, vc será invadido por diferentes sensações. Entre na onda de Mariko Mori, entre no CCBB de coração aberto :o)

Nenhum comentário: