25 de janeiro de 2011

Yo no creo en brujas, pero que las hay, las hay...


Ainda na onda de desapego pela qual passa minha pessoa, reparei que na minha vida já comprei por duas vezes um sofá vermelho. E reparei também que passei por um infortúnio logo após a tal peça de mobília ter adentrado minha casa. Hoje, resolvi acabar com essa maldição de vez: coloquei o dito cujo para fora de casa. Daqui por diante, nada de sofá vermelho. 

Nenhum comentário: