22 de novembro de 2010

Harry Potter e os arrastões no Rio de Janeiro

Acabo de sair do Vivo Gávea, aonde assisti Harry Potter e as Relíquias da Morte. A sala 5 do complexo, lamentavelmente, possui poltronas desconfortáveis - será tão difícil comprar poltronas boas? Meia hora antes do final do filme, a projeção perde o foco :o/ que coisa! Mas foi uma excelente distração. Saindo da Gávea e indo em direção à Lagoa, tudo vazio. Chego em casa e vejo na tela do O Globo OnLine que houve arrastão na Lagoa, em Laranjeiras e na Dutra. Alguém tem uma varinha mágica para mandar esses bandidos para o espaço? Ou algum feitiço para abrir os olhos das autoridades? Lembro que antigamente, nesta época de Natal, a gente não podia sair carregando compras por causa dos assaltos que aconteciam com maior frequência. O tempo passa, campanha vai, campanha vem, inventam truques de ilusionismo para a gente acreditar que a cidade está melhor. Mas eu ainda me sinto como os personagens do filme que acabo de assisistir: fugindo das forças do mal. Acho que aqui no Rio nem Harry Potter ajuda...

Nenhum comentário: