18 de março de 2010

Theodoro (3)

Nesta semana, tive a triste notícia de que meu querido companheiroTheodoro morreu. Vivemos juntos durante um ano, até o dia em que reencontramos sua antiga família. Foi uma aventura e tanto, contei a história aqui no Olhar Nômade. Perder pessoas me causa dor, mas perder companheiros de alma me causa mais dor ainda. Muitos animais que viveram próximos a mim foram mais humanos do que muitos humanos que conheço. Cães, gatos, vacas, bezerros, gansos, cabras, ovelhas, cavalos - criaturas especiais. Para a maioria das pessoas, falar sobre isso e sentir isso é perda de tempo. Para mim, não. Conviver com animais e árvores é uma história de vida. Se eu pudesse, daria a vida para ter meu amigo de volta. Descanse em paz, meu querido Theodoro!

4 comentários:

Anônimo disse...

Que peninha!!
Nem gosto de pensar que o meu gato, o Toulouse tá ficando velho. Ele é um companheiro e tanto. Já morou em várias cidades e países diferentes.
P onde vou... carrego o bichano comigo.
Abraços e sorry pela perda.

Karina (http://oglobo.globo.com/blogs/sushidebanana/)

werlang gastronomia disse...

Acho que mais uma vez encontramos pontos comuns.Anonimo, sei exatamente o que vc pensa. Meu mais fiel e maravilhoso companheiro foi Emilio, viveu ao meu lado 16 anos. Frances ele. Por onde andei pelo mundo, ele me seguiu.Continuo dizendo ate hoje, prefiro em milhoes de circunstancias os animais que os humanos..... por milhoes de razoes...Compartilho com vc Nelida a perda deste lindo bichinho, desolee pela perda! Bjs,
Re

Patricia Baldarelli disse...

Adorei a foto do Theodoro Nélida, ele está com uma linda imagem do conpanheiro que vc teve durante um ano, um olhar amigo e calmo esperando o que poderá acontecer....

lilly disse...

que triste
theo era amigo e anjinho peludo
como a minha loba, já de barbinha branca e muita dor no quadril.
nem quero pensar qdo ela for.