17 de julho de 2009

Almoço para Admário Braune

Neste último domingo foi dia de almoço especial, não só pelos convivas, Admário e Rita Braune, mas pela lembrança do bife à milanesa, que minha avó preparava tão bem e cuja memória me brinda com a riqueza de detalhes da receita. Minha avó nunca usava o martelo para amaciar a carne, ela usava as mãos. Digamos que era uma milanesa "aos murros". Uma maravilha sentir a carne se moldar num grande e fabuloso bife, temperado com sal e um pouco de pimenta do reino. Depois, banhar o bife em ovo e envolvê-lo com a farinha de rosca, devagar e com mais algumas batidinhas. O bife se assemelha a um bacalhau. Acreditem, a carne dobra de tamanho nesse processo, fora que fica mais fina e delicada para a mordida. Óleo bem quente e chuuuuaaaaa, bifinho dourado. Para acompanhar, salada de batatas à Bar Lagoa. Sobremesa: creme chantilly fresco (batido no bowl com o fouet, nada de batedeira), morangos frescos cortados e brownie. Uma delícia! As belas fotos são de Admário Braune.

4 comentários:

Vilma Goulart disse...

Fiquei com água na boca, Nélida!!! (rsss)

Nelida Capela disse...

Olha, é de comer rezando, modéstia à parte!

Rita Braune disse...

Eu que o diga!!!
A família Braune já está afoita com o próximo bife a milanesa.
Obrigada !!

Nelida Capela disse...

Será um prazer!