3 de maio de 2009

Karma (1)

Rita Braune me ensinou que o rio traz o futuro e leva o passado, no tempo presente. Nunca tinha observado dessa forma. Fiquei surpresa. Mas não é assim mesmo? A foto é de Rio Bonito de Lumiar. Para começar o domingo, do blog Samsara para os leitores do Olhar Nômade.
O carma é inexorável e brutal, porém se entendermos como funciona, poderemos mudar o seu curso. Isso porque ao reagirmos ao carma que está amadurecendo, criamos mais carma, que afetará o nosso futuro. Esse carma será positivo ou negativo, dependendo da resposta que escolhermos. A única maneira de interromper o ciclo perpétuo de ações e reações é fazer escolhas diferentes.
Chagdud Tulku Rinpoche (Tibete, 1930 - Brasil, 2002)

Nenhum comentário: