31 de março de 2009

Por quê escrevo em blogs?

Tenho me feito esta pergunta ultimamente. Escrevo para compartilhar, para dividir, para dar a conhecer. Escrevo para me esvaziar, não enlouquecer, dialogar. Escrevo e publico para dar as pessoas beleza: o Olhar Nômade. Escrevo e publico para dar as pessoas a possibilidade da leitura do mundo: Lector in Fabula. Escrevo e publico para mobilizar pessoas: TMS - Tecnologia e Mobilização Social. E espero sempre o retorno, o comentário. Às vezes construtivo, por outras nem tanto. Mas o comentário alimenta-me. Faz com que eu me esforce mais e mais. Aperfeiçoamento. Dois últimos comentários me pegaram como um gancho de esquerda: "você envia muita informação, não dá tempo de digerir, seus e-mails acabam acumulando na caixa e deletados". Trocando em miúdos, era isso o que os dois comentários queriam dizer. E fiquei pensando: "como saber quem deseja ou não receber meus posts?". Só falando às claras e com transparência: "Gente, quem não quiser receber mais meus e-mails com os posts, me avisa". Não posso simplesmente deletar todos da ferramenta de Envio de E-mail pois outras pessoas adoram receber meus posts. E seguimos adiante. Sem traumas. Trazendo as mais prazeirosas imagens, os textos bem-humorados, as novidades do momento, etc. etc. etc.

3 comentários:

lilly disse...

porque escrevemos?
nélida eu sinto muita necessidade de falar, de comentar algo de vejo, que leio, que sinto.
e acho que esta é uma necessidade comum às pessoas.
veja quantos milhões de blogueiros existem por aí.
achei muito interessante que vc tenha dividido tão bem seus assuntos em 3 blogs e os leios empre
me perdoe se nem sempre comento, mas se acesso do trabalho, não há tempo pra isso.
quanto à reclamação de quer vc coloca muita informação, acho excelente.
tem coisa pior que vc acessar um blog durante várias semanas e ter sempre o mesmo post lá?
vc é uma mulher super antenada, assunto não te falta, continue mandando seus e-mails, quem não os quiser ler, que os delete.
com certeza a pessoa se diverte com piadinhas bobas e ppt melosos.
informação de primeira eles não querem.
qdo eu comecei o blog, achei que vc parar logo.
que fosse uma febre.
hj vejo que não dá pra passar sem postar.
sem dividir uma musica ou uma imagem com as pessoas.
ahhh...se vc quer saber, meu blog é quase desconehcido entre as pessoas que convivem comigo...parentes, colegas de trabalho.
eles nem desconfiam que tenho.
nem marido leu ainda.
ele está lá: pra me conectar ás pessoas , me trazer informação, me alegrar, desabafar.
blogo por isso.
e tenho certeza que vc tb
bjs no coração
continue assim

Nelida Capela disse...

Lilly: você é uma das bloggers que mais comenta meus blogs. E como a gente compartilha, vide os posts sobre pallets...aliás, tem uma mesa nova lá no 1,99. Muito bom trocar idéias com você e ler seus posts sobre Mr. Husband, seus filhotes, Loba e Keith, a cidade,o cotidiano! Vamos seguir em frente! Beijos e obrigada pelos comentários!

Rita Braune disse...

Depois de ler sua ótima matéria sobre a Nélida, me peguei pensando no quanto tenho me encantado por blogs últimamente.
Confesso que resisti durante um tempo mas assumo minha rendição ao universo blogueiro.

Minha história profissional ou talvez o destino me levaram a trabalhar durante muitos anos em uma redação de jornal e embora não seja jornalista sinto até hoje correr no sangue um fascínio pela informação.
Pude conhecer ótimos profissonais que se tornaram escritores, editores, autores teatrais etc. Sorte a minha porque naquela época o acesso a bons textos, a informação de qualidade era restrito à leitura de jornais e revistas em papel.
Mas porque escrevo sobre isso? Porque meu encantamento pelos blogs vem da descoberta de que muita informação boa e interessante surge desses “blogueiros generosos” como você, que compartilham e democratizam com conteúdo de qualidade.

Obrigada pela possibilidade tornar mais dif’ícil o meu cerébro “cimentar” em meio aos BBB’s e etc.
Por favor, entupam minhas caixas postais e seus blogs de informações. Só serão bem-vindas !

Forte abraço,

Rita Braune