28 de janeiro de 2009

O Curioso Caso de Benjamin Button

Assistam O Curioso Caso de Benjamin Button. Eu já li Scott Fittzgerald, mas esse texto eu não conhecia. Impressionante. Passam-se três horas e você não sente. Ninguém passa incólume por esse filme. Me lembrou muito As Horas. Eu diria, parafraseando Débora Bloch (né, Vilma!), que o filme é uma pedrada, mas uma pedrada das boas. Ainda bem que não assisti sozinha. Chorei. Ri. Rememorei. Flashes catárticos passaram. Um furacão de emoções. Lavagem para a alma. Imagens poéticas. Atuação brilhante de Brad Pitt e Cate Blanchet. Gente, não percam, seu espírito precisa! Depois, comentem aqui, no Olhar Nômade.

2 comentários:

Silvestre Gavinha disse...

Nelida, nem sei por quê, eu não tinha olhado teus outros blogs. Acho que é porque o Lector in Fabula tem tanta coisa legal que a gente fica ali se deliciando e se perde.
Hoje abri o e-mail que você mandou e fui linkando em todos. Já vi o outro, da mobilização social, que achei muito legal e agora estou aqui olhando as incríveis dicas e coisinhas que mostras. Adoro objetos e tudo isso.
Caí nesse post e não consegui me conter.
A ver então: o filme é maravilhoso!!! Super bem feito, tudo nele está no timing. Nada excede. Nem o tempo de duração alargado peca. Você não sente passar. Vai mergulhando e se embriagando com a história. É todo redondinho. Onírico e filosófico. Uma metáfora da atemporalidade.
Eu não li o livro, o conto em si. Como disse lá no Lector, nem sabia que era baseado no conto do Fitzgerald e foi realmente uma deliciosa surpresa.
Quem fez um post muito legal comentando o filme foi o Carlos Eduardo Maia do blog Deposito do Maia (http://depositomaia.blogspot.com/).
Como diz ele: É um filmão!!

Nelida Capela disse...

Obrigada por complementar este post com as informações. Beijo!